sábado, 20 de setembro de 2014

vamos tentar sofrer menos,
por um instante ou dois, por favor...

eu ainda me sinto idiota. é uma condição quase que permanente 
e de algum modo me conforta admiti-la. 

a conclusão até aqui é, por tanto:

não há o que fazer.

soframos menos, então.

sim, sim... bem menos (por um minuto ou dois).

Um comentário:

  1. E esperar que a maré vire de verdade, assim como disse Roger Walters em "The tide is Turning"

    ResponderExcluir