sexta-feira, 29 de outubro de 2010

02:14

No céu;quietas e sozinhas;
brilham gotas de melancolia,
Resquício de um sorriso apagado,
Suspenso no ar...

Contemplo estrelas ,e,
só,
me esqueço...

Fecho a janela,
apago a luz,
Deito angústia,
e amanheço...

Rascunho e devaneio;sinto sono enfim;
Sonho,
Não adormeço.

7 comentários:

  1. Tão simples, tão sutil, tão profundo e tão bonito...

    ResponderExcluir
  2. É um estilo que eu ainda nao tinha visto você usar.

    Gostei, mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Linda, tão suave e bonito, parabéns.

    ResponderExcluir
  4. tão simples e tão intenso,
    Gostei muito.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelas poesias, Mirtes!
    São realmente suaves e, ainda assim, intensas.

    Eu também escrevo, e sou poetisa.
    É tão bom poder expressar-se pelas palavras, não é?

    ResponderExcluir
  6. palavras doces demais,curtas e suaves,curtas e com milhoes de significados. isso é pra poucos. parabens mirtes ( :

    ResponderExcluir