terça-feira, 27 de julho de 2010

Quarto bagunçado

É de madrugada e estou bagunçando o meu próprio quarto de propósito
Estou jogando os meus livros no chão,
Estou jogando os meus cadernos velhos todos em cima da minha cama,já tão bagunçada.
Estou bagunçando o meu quarto,
Apenas bagunçando todos os meus pertences...
Estou relendo velhas linhas,
Velhas linhas que escrevi,a já nem sei quanto tempo...
Estou tentando me encontrar nessas linhas,
Estou me relendo,
Apenas relendo velhas linhas,
Enquanto espero o sono encontrar o caminho até os meus olhos.
Estou bagunçando o meu quarto,
Pois esse caos, tão particular, que estou criando
Acalma um outro caos,
Acalma a confusão dos meus pensamentos.
Eu estou apenas tentando pensar com mais clareza,
E sei que só consigo isso de madrugada,
E em meio a minha própria bagunça.
Estou bagunçando todas as minhas coisas,
E sei,que depois vou arrumar tudo de novo,
Só para novamente poder bagunçar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário