sábado, 4 de abril de 2015

caos calmo

04 de abril de 2015

toca o despertador,

que não me despertar o peito,

solidão que me atravessa o vidro da janela,

me atravessa o quarto,

os olhos
e os
dias,

o ponto de ônibus,

os trabalhos da faculdade,
a escola,
televisão,
livros,
rua, poeira
e
poesia.

qual a diferença entre solidão e solitude?


é uma fresta de luz amarela,

sol de fim de tarde,
pouco mais que a luz no fim de um túnel,

tem um incêndio no fim do túnel, 


que me atravessa 

o vidro dos óculos,

silencioso

e sozinho. 

pouco mais que meu coração...

silencioso e sozinho,
incendiando,

3 comentários:

  1. Põe ordem nesse caos, eu venho há tempos remando nesse rio pra por ordem no meu.
    Sauidações

    ResponderExcluir
  2. ya tenía tiempo de no pasar por tu blog..!!

    Y sí, me sigue encantando!

    ResponderExcluir