sexta-feira, 31 de março de 2017

fome

a fome é devastadora. 

o tempo te devora, 

a angústia,
o tédio, o trabalho
o cheio e o oco

te devoram, 

o medo te devora, 
o amigo,
o cunhando
a chuva, o tempo quente,
o lento 
e o nunca mais

te devoram.

teus olhos no espelho,
seus discos,  o calendário,
os ponteiros do relógio,
a fresta da janela,
a calçada,
a caneta
o livro

o urgente e o depois...

sua casa, seu marido, esposa, filho, 

o gerente e o ninguém. 
te devoram...

a comida, a bebida, os cigarros,

o sexo e até o amor, 

te de-vo-ram.

a vida...


te devora
e te cospe.

devora e devora...

você, te devora.


a fome é devastadora, e te devora.


saboreá-te.

Um comentário:

  1. Tu é tão certeira com as palavras, que quase impõe teus pensamentos ideológicos e poéticos pra gente.Mas tem uma verdade consistente,portanto reveladora sobre do que somos feitos e pra que ...
    Gostei demais,
    Saudações!

    ResponderExcluir