segunda-feira, 16 de julho de 2012

algumas pessoas 
são
indesculpavelmente egoístas, excessivamente 
mesquinhas..

estranhas 
até o último fio de cabelo,
confusas 
e cheias até a última gota de alma.

transbordam,  solidão,
amor,
ou 
indiferença....

eu... bom, não faz  diferença alguma,
o que transborda ou não de mim,

sou melhor poeta que ser humano...

fato velho...

existo melhor em poesia,
realidade
me cansa, me castra e estraga....

... verso velho.

tenho diálogos profundos, 
com o meu silencio,

tenho diálogos profundos,
com tudo 
que há de mais raso em mim...

sou  vazia de tudo,
muito
cheia de mim...

indesculpavelmente,
poeta,
excessivamente humana.

sou melhor poeta que...

... não há de fazer diferença alguma.

7 comentários:

  1. "... Da poesia que a gente não vive
    Transformar o tédio em melodia..."

    ResponderExcluir
  2. "Sou melhor poeta que ser humano" somos duas então. O que importa são os versos. Sobre quem os escreve, sempre haverá uma máscara.

    Misunderstood.

    ResponderExcluir
  3. Eu ri com sua "intromissão" no meu comentário no Rebel, hehe. Estou em fases difíceis, aí to pondo um monte de asneiras na cabeça, estou tentando me desfazer delas.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Essas fases são terríveis e últimamente tenho as aproveitado fazendo desenhos, estou com um bloqueio para escrever, como sempre. hehe
    um dia eu volto a escrever, engraçado que sempre digo isso.

    ResponderExcluir
  5. Não te conheco, mas vc deve ser tão linda escrevendo, por que tua poesia é linda e uma obra para ser linda precisa que seu criador também o seja, precisa o criador ter uma alma linda. Então é isso vamos nos enbreagar com os versos perversos que um dia vem outro vai. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. eu sempre me identifico tanto com tudo que você escreve.
    é um tipo de renovação estranha a nossa, parece tudo tão parado e então...

    ResponderExcluir