sábado, 27 de agosto de 2011

...eu também não ligo

Se quer saber, meu amigo,
preocupe-se menos com eles,
e olhe mais pra você,

Vão lhe dizer que é egoísmo,
mas quem se importa...?

Todo mundo é assim,
Só que a maioria é hipócrita demais para perceber isso.

E, talvez lhe digam , que você, não sabe nada,
mas, o que eles sabem...?

A maioria é, simplesmente,
arrogante demais,
para admitir a propria burrice.

E, é provável,
que um dia você acorde e apenas perceba,
que o mundo não é o que você esperava,
e, que sonhar de olhos abertos,
é um pouco mais difícil,
do que achou que seria,

Mas, ninguém disse que seria fácil...

Tá, eu sei, 
que essas coisas são complicadas,
E você se sente um pouco mais perdido
e estranho que a maioria...

Mas, se tratando de pessoas, o que não é assim?

No final das contas, você, simplesmente percebe,
que se preocupar demais é burrice.

De nada adianta tanta ladainha...

Pessoas às vezes, são apenas, muito estranhas mesmo.

8 comentários:

  1. eu gosto demais de você, só queria que todo mundo aqui soubesse.

    ResponderExcluir
  2. Mirtes
    A terceira estrofe me traz uma questão da filosofia que custa caro hoje, o caráter ou a sociedade. Hoje as vezes quando algo de ruim acontece,um crime, culpa se o sistema, a escola, tudo, mas nunca se diz que o culpado é aquela pessoa. Não é estranho isto, afinal o homem é egoísta como bem disse Platão, o homem é ruim por natureza, mas isto não significa que ele não pode vir a praticar atos bons.Quanto ao estranho, a vida é estranha.
    Abraços,gostei desta estrofe.

    ResponderExcluir
  3. Poxa, muito bonito o texto, mesmo! Ainda mais quando é feito dialogando com outra pessoa que escreve textos maravilhosos! Eu, gosto muito de vocês dois, Mirtz e Luks! Vocês são fodas!

    ResponderExcluir
  4. ou ou ou, acho que é exatamente disso que estou precisando.
    encarar as pessoas como sendo apenas muito estranhas, como eu mesma, como tudo.

    tu, como sempre, conseguindo cosmicamente fazer com que eu me identifique. foda.

    ResponderExcluir
  5. Esse seu texto é uma reflexão, os olhos que digamos estar tão abertos, estão cerrados, frouxos... As pessoas tem a sua versão de felicidade, de vida... As pessoas quando realmente se questionam, quando procuram ser filósofos descobrem que as pessoas são ingratas e qualquer a mizade se troca por um par de tênis!

    Muito bom seu texto, me fez pensar!

    abraços

    ResponderExcluir
  6. não vou puxar saco, acabei de ler o texto e simplesmente vim marcar minha presença aqui, como quase sempre faço...
    xD

    ResponderExcluir
  7. Me pareceu inerte a tudo, mas é uma interpretação pessoal, que me identifiquei muito.

    Todos somos hipócritas. Todos somos.

    Belo post.

    ResponderExcluir