sexta-feira, 18 de novembro de 2011

jogar fora...

não é algo tão difícil...

você arranca a folha do caderno, amassa,
e depois, calmamente, arremessa na lixeira.

mas se é assim tão simples, por que diabos, eu não consigo?

acho que antes de tentar jogar fora os versos,
tenho primeiro, que aprender a amassar, os sentimentos...

Um comentário: