sábado, 27 de junho de 2015

na calmaria do meu peito,
há um verso,
feito bomba 
a me
explodir.

Um comentário:

  1. E o problema nem é a explosão. É a tensão que a precede, que deixa todos os pensamentos nebulosos e os movimentos do corpo meio que no automático. (Até que a bomba exploda. Até que o verso seja escrito.)

    O Único Jeito

    ResponderExcluir