sábado, 29 de outubro de 2011

a noite

as horas neste lugar, passam tão lerdas e tão chatas...

que eu tenho vontade de deitar na grama,
fechar os olhos, e só  escutar os batimentos do meu coração,
pulsando, assim, devagar,
e tão sem razão...

você não sabe...
mas as noites aqui, são mais bonitas no verão...

e eu gosto da lua,
do silêncio,
e da solidão...

e gosto, ainda mais,
de olhar sozinha o céu pela janela,
e as pessoas que passam de mãos dadas,
tão quietas e bonitas, segurando juntas, suas solidões pela rua...
 
... que mesmo sem lua, grama ou silencio, eu até chego a gostar, de ver o tempo,
passando, assim, tão lerdo e tão chato por mim...

e, às vezes,
até me esqueço que você não sabe,
que as noites aqui, são mais bonitas no verão...

5 comentários:

  1. e gosto, ainda mais,
    de olhar sozinha o céu pela janela,
    e as pessoas que passam de mãos dadas,
    tão quietas e bonitas, segurando juntas, suas solidões pela rua...

    Eu faço isso.

    ResponderExcluir
  2. simples mas de uma "riqueza reflexiva enorme". Estou gostando de ler os seus ultimos escritos, tem uma aurea lirica mas não foge ao projeto moderno ( se é que existe um projeto moderno em poesia)


    beijos mirtes
    sandrio

    ResponderExcluir
  3. Noites coloridas de carnaval.




























































































































































































































































    Querem arrancar nossa criatividade, nos manter no inv(f)erno
    Eles verão.

    ResponderExcluir
  4. estou seguindo seu blog, ok?
    se puder me retribuir no: http://novadiaria.blogspot.com/ ficarei grato!

    ResponderExcluir