segunda-feira, 17 de outubro de 2011

sonho de uma noite de verão

21de abril de 2010
 (Reeditado)



Eu queria escrever um poema...

Queria apenas escrever um ou dois versos de qualquer poesia em mim,
que fosse; ao mesmo tempo; 
suave e ardente,

Transformando, assim, 
confusão em poesia,

Enganando o tempo, 
capturando pensamentos,
e rabiscar no branco de um pedaço de papel,

Com lágrimas ou risos,
fazer rimar os versos,

Fazer de mim, 
vida e palavras,

Me transformar em versos,
de uma grande poesia,

Escrever nas estrofes dos meus passos,
tudo o que eu ainda não senti,

Fazer de qualquer sonho meu, uma caneta,
para esparramar, em forma de tinta, 
vida e poesia, pelas páginas do meu peito.
 
Eu queria com a minha vida, escrever um poema.

2 comentários:

  1. Quer poesia maior e melhor do que viver?

    ResponderExcluir
  2. Poder é querer...

    "Queria apenas escrever um ou dois versos de qualquer poesia em mim,
    que fosse; ao mesmo tempo;
    suave e ardente"

    ResponderExcluir