sexta-feira, 4 de março de 2011

No Sense

As linhas que deixei por escrever,
estão todas ,agora,
bem na minha frente.

Se desenhado nos meus olhos,
enquanto sinto o que penso,
sem pensar no que sinto.

E, talvez nada disso, faça nenhum sentido...
Mas, quem disse que deveria?

Me despeço da lógica,
agora,
para traçar uma linha reta,
nas curvas do meu inconsciente:

"Prendo-me em tudo aquilo que me deixar livre para sonhar.

Oh,sim! Isso é clichê, meu amigo.

Desenho-me espaços em branco,
preencho as cores em mim,

Fecho os olhos para enxergar a luz do sol,
que não entra pela janela do meu vazio.

E ,por mim, isso não precisa,
fazer nenhum sentido.

Sou uma abstração,
de cordas soltas,
sobre cores firmes.

Algumas vezes, elas são claras,
Outras nem tanto...

E sempre ficarão linhas por escrever.
                           [Em mim...

O que há de vir,
é ,toda a coerência que conheço.
                                                                 
Sou meu meio,
e, meu fim.
Tudo dentro de um mesmo começo.

As horas passam,
E,não há ,mais nada que eu deva saber,
sobre o tempo.

...Ele,também não sabe nada de mim,afinal de contas.

Estou aqui, e ponto.
E,não há mais nada,
que eu queira saber,
sobre este eu que construí,
sem pensar em fim.

Coloque, você, uma pitada de sanidade, aqui,
E,me escreva um fim.
Que,eu,só conheço,
meios ,
sem começos.

Que fiquem, assim,
perdidos,
entre os escombros,
da minha falta de lógica...


Pois,bem.
Ficamos acertados, assim, então.

Não escreveremos nenhum...

    ...A palavra me fugiu.
                                                      [En
                                                           fim."




Um tanto insano,isso tudo,não acha...?

3 comentários:

  1. Você esta tão cheia de tanto, que essa amplitude ja nem cabe em ti. E toda a lógica perde o sentido no sim, quando palavras e versos que habitam em ti, são olhos que olham um sem fim nas multidões.

    Que toquem a musica e dancem, dancem ...

    delírio andar por aqui.

    ResponderExcluir
  2. Você esta aqui e ponto! Tornaremos isso um encontro?

    Legal seu blog e o que você expõe.

    ResponderExcluir
  3. Já disse o poeta: penetra surdamente no reino das palavras..
    contemple-os.
    abraços

    ResponderExcluir