sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

E isso tudo é tão banal, e tão humano...

Grandes ou pequenas,
brancas,negras,pobres,ricas,
anarquistas ou puritanas,
melancólicas ou eufóricas...Tanto faz.

Pessoas, são apenas pessoas.

Que um dia, simplesmente, nascem,
E vão, assim, vivendo suas vidinhas;
acompanhadas, sozinhas...
Correndo de um canto a outro,
com suas, respectivas; futilidades,manias,
dramas, exageros,medos,
casualidades,dúvidas , certezas,
lágrimas,risos ,
sonhos,
expectativas,cansaços,
dores , amores...E o resto todo da ladainha,
tenha, ela, rima ou não.

E até o mais genial de nós,
pode, mesmo ,não passar de um cara comum,
só um pouco mais afetado e pretensioso que a maioria,
mas,que também,
peida,come,vomita,
e, até ,chora e  esperneia às vezes...

Mas é que é tão legal se achar especial, diferente...
E, sei lá... Eu também gosto disso.
Tanto,que às vezes,até me esqueço ,
que todo mundo é meio igual...

E ,sabe,apesar de todo o nosso clichê e banalidade,
isso tudo é,tão,humano... Que eu até chego a gostar que seja assim.

3 comentários:

  1. Haha, me veio uma alegria estranha depois de ler esse texto...
    eu sorri depois de lê-lo...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, muito bom mesmo. Nem me surpreendo mais!

    ResponderExcluir
  3. Pessoas são pessoas, gente é gente.
    Só muda a maneira de expressar o que se sente.

    A tua, é pra lá de acariciante pra qualquer espírito com boa intenção de aprender.

    Bjo no coração.

    ResponderExcluir